O poder do silêncio

Eu acredito no poder do silêncio. Aprendi a acreditar ali atrás, umas duas ou três esquinas antes. Até chegar aqui andei por vários caminhos e, em todos, algum barulho me incomodava. A princípio nada grave, mas, de repente, lá estava eu, tentando não prestar atenção aos incômodos. Talvez fossem meus ouvidos desenvolvendo maestria. Porque, à medida que aquietava, os incômodos diminuíam, e o que eu … Continuar lendo O poder do silêncio