É tempo de quê? – 13.12.21 – hora de parar de culpar o medo e botar a mão na massa

A lunação de Sagitário sempre traz tempos de mudança. Tempos de EXPANSÃO. Sagitário traz o fogo mutável que nos leva da Primavera para o Verão (que chega na próxima semana). É quando subimos de nível: a Semente que rompeu pra vida e encontrou o mundo descobre que existe muito mais para além de seus limites e que, se quiser, pode ir ao infinito… e além.

Hoje (13/12) somos a Semente que, junto com a Lua em Áries, cresce a consiência da sua força e capacidade. Sabe que pode muito mais e que está aqui a serviço desse Mais. A Vida lhe deu esse poder. E, mesmo que não saiba até onde é capaz de ir, simplemene segue, rumo à conquista das alturas.

Mas subir exige ser capaz de sustentar o “vôo”. A base precisa estar firme, sólida e, ao mesmo tempo, flexível e adaptável. Ou, em um piscar de olhos, tudo quebra e desmorona. E o tombo pode – DE NOVO – ser feio.

E assim, quanto mais perto chegamos do topo, mais nos aproximamos dos nossos maiores medos.


E se eu não der conta? Não sustentar? Não merecer? Errar e fracassar? Conquistar e botar tudo a perder?


Todos já vimos esse filme, mais de uma vez. É o roteiro de vida, a humanidade que nos habita.

O que esquecemos é que essa humanidade é também nossa maior força. Porque, em tese, somos capazes de aprender com os nossos tombos. Deixar o medo e o que entendemos por “fracasso” nos dizer onde precisamos “ganhar músculos” e também onde precisamos mudar a estratégia


Inicamos hoje também (13/12) a Lua Rítmica (mês 6) do Ano da Semente Elétrica Amarela (kin 224). 4 semanas regidas pela Mão Rítmica Azul (kin 227).

Amanhã (14/12) entraremos na Onda Encantada da Serpente Vermelha e seus 10 dias portais. Uma troca de pele necessária e inevitável pra regenerar nossa força vital.

Sábado – 19/12 – teremos a lua cheia acontecendo em Gêmeos, oposto complementar de Sagitário, que rege essa lunação. Nesse mesmo dia, Vênus – em conjunção com Plutão – inicia sua retrogradação em Capricórnio, onde está também Mercúrio – regente de Gêmeos – acompanhando de perto tudo que virá à tona depois desse encontro.


É tempo de parar de usar o medo como desculpa e botar a mão na massa. Estudar meios de equilibrar ritmo e constância nessa nova etapa do crescer. Mas é preciso uma mudança profunda na forma de fazer isso.

Antes de avançar é preciso dar vários passos atrás e rever o que aprendemos sobre ser gente grande.


VALOR E AUTORRESPONSABILIDADE são as PALAVRAS-CHAVE nessa etapa do jogo. É preciso transformar experiência em sabedoria e escolher com mais consciência e responsabilidade a qualidade do “material” que vai nutrir e sustentar nosso crescimento.

Imagine o número 8 (o símbolo do infinito de pé): na parte mais alta estãos os frutos – tudo que você está colhendo hoje a partir dos valores que usou pra alicerçar a base da sua vida. Pois se os frutos não estão conseguindo nutrir a base com força e segurança, deixando você/ a mim com medo de crescer, só existe um caminho: descer até lá embaixo e rever o começo de tudo.

Material de baixo valor nutritivo constrói um corpo – e uma vida – frágil. Um corpo frágil não dá conta de sustentar crescimento e expansão. Estenda essa percepção para todos os níveis da sua vida.

Então, as questões que realmente importam essa semana:

  • o que realmente te nutre – o corpo, a mente, a alma, o coração?
  • o que realmente te empolga e te deixa com a energia a mil?
  • onde, em que e em quem você realmente vê valor?
  • você está pautando suas escolhas de vida nesses valores? Ou está usando valores de outros como base só pra ter alguém pra responabilizar depois?

A Vida vai cobrar essa revisão. Então, quanto antes nos olharmos no espelho e admitirmos a verdade, mais cedo vamos conseguir mudar de atitude. E mais cedo vamos colher resultados que realmente farão sentido pra cada um de nós.


Eu sou Lu Raimann e esse é meu Viver e Contar.

beijos e até mais.

Publicado por Lu Raimann Soares

{ Não deixar a vida pra depois! } Depois que decidi (levei 40 anos pra isso!) tenho me esforçado para manter algumas coisas presentes todos os dias: respirar fundo e com vontade, caminhar, meditar, me manter flexível (o corpo, a mente, a alma) e o mais leve que conseguir. Botar ordem no que for possível, fazer coisas que me inspiram - o que inclui usar minha imensa curiosidade sobre o mundo pra absorver tudo que eu puder - e agradecer por tudo e todos que me fazem uma pessoa FELIZ e um ser HUMANO MELHOR. O VIVER E CONTAR surgiu dessa decisão. Num momento da vida em que dobrei a esquina e decidi mudar de direção. Precisava viver. Sem todos os medos e aflições que sempre tive. Mas pra isso, precisava antes visitar lugares que nunca tinha ido. Lugares internos, profundos, de autoconhecimento. Lá encontrei muitos espelhos, que me colocaram frente a frente com faces minhas que nem sabia que existiam. Algumas bem difíceis de ver, várias menosprezadas e outras bem surpreendentes. Muitos aprendizados vieram. E um tempo de reclusão e introspecção. Mas a vida não expande apenas para dentro. Ela vive para fora. Precisa fluir na direção do que faz crescer. As percepções e aprendizados precisavam sair e serem compartilhadas. E aqui estou. Posso dizer que estou me (re)encontrando, (re)conhecendo, (re)conectando. E a principal reconexão foi com minha essência feminina, que tem ganhado voz de várias formas: na minha arte com linhas e bordados, nas linhas escritas, no tarot, nas vivências e encontros que a vida traz, na grande vontade de absorver e experimentar os inúmeros conhecimentos e sabedorias que despertam meu coração. Viver e Contar é um plano simples. Uma troca. Se você chegou aqui, sinta à vontade para participar. Vou adorar te conhecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: