Como o TAROT entrou na minha vida

Desde que me conheço por gente sou fascinada pelo mundo holístico, suas energias invisíveis, seus símbolos e sabedorias ancestrais. São conexões e práticas que vão muito além do concreto racional em que nos enredamos (e perdemos) todos os dias.

Oráculos, astrologia, numerologia, terapias alternativas e uma infinidade de outras ferramentas sempre brilharam meus olhos. Mas, lá no fundinho, também sempre me deixavam com um pé atrás. “Será que isso funciona mesmo?” (confessa: você já fez essa pergunta também!)

O TAROT foi o que abriu a porta do {CONFIAR} pra mim e conseguiu, na prática, mostrar que esse invisível pode – sim – nos ajudar muito. Em 2018 comprei meu próprio deck (baralho) e passei a estudar as cartas mais a fundo, utilizando-as no meu dia-a-dia. A partir daí, meu entendimento e visão a respeito mudaram.

O tarot não é um guru (quem trabalha com ele também não), não é ligado à religião, não é terapia, nem adivinhação. O tarot, na minha visão, é uma FERRAMENTA DE AUTOCONHECIMENTO, que pode ajudar a trazer clareza e maior entendimento sobre fatos, sentimentos, dúvidas que vira e mexe aparecem na nossa vida. As cartas usam uma linguagem simbólica – ARQUÉTIPOS – que falam do nosso inconsciente pessoal e coletivo (segundo Freud, o ser humano funciona cerca de 10% no consciente e 90% no inconsciente. E Jung, aluno de Freud, foi profundo estudioso dos arquétipos e usava o tarot como instrumento terapêutico).

No inconsciente moram nossas energias psíquicas – todos os pensamentos e sentimentos que experimentamos ao longo da vida, e com o tempo esquecemos ou enterramos. A partir dessas energias criamos crenças, bloqueios, medos, culpas e um sem fim de distorções que vão enrolando nosso caminhar ao longo da vida. Com o tarot conseguimos “ler” essas energias inconscientes, criando uma ponte de entendimento: compreender melhor o que acontece fora a partir do que estamos sentindo e vivendo dentro. Porque tudo sempre diz respeito a nós.

Tudo que acontece na nossa vida é sempre resultado de um comando que parte de dentro, mesmo que não tenhamos consciência disso. Por isso nosso livre arbítrio é soberano. Ou deveria ser. O que geralmente ninguém conta é que ele é acionado de várias formas e a mais poderosa delas vem das emoções, que dão o comando sem consulta prévia. Sentiu, atraiu. Para o bem e para o mal.

O tarot, nessas horas em que nos perdemos de nós mesmos e do que realmente queremos para nossa vida, pode ser um grande aliado. Se faz sentido pra você e quiser ajuda, chama para conversar.

Publicado por Lu Raimann Soares

{ Não deixar a vida pra depois! } Depois que decidi (levei 40 anos pra isso!) tenho me esforçado para manter algumas coisas presentes todos os dias: respirar fundo e com vontade, caminhar, meditar, me manter flexível (o corpo, a mente, a alma) e o mais leve que conseguir. Botar ordem no que for possível, fazer coisas que me inspiram - o que inclui usar minha imensa curiosidade sobre o mundo pra absorver tudo que eu puder - e agradecer por tudo e todos que me fazem uma pessoa FELIZ e um ser HUMANO MELHOR. O VIVER E CONTAR surgiu dessa decisão. Num momento da vida em que dobrei a esquina e decidi mudar de direção. Precisava viver. Sem todos os medos e aflições que sempre tive. Mas pra isso, precisava antes visitar lugares que nunca tinha ido. Lugares internos, profundos, de autoconhecimento. Lá encontrei muitos espelhos, que me colocaram frente a frente com faces minhas que nem sabia que existiam. Algumas bem difíceis de ver, várias menosprezadas e outras bem surpreendentes. Muitos aprendizados vieram. E um tempo de reclusão e introspecção. Mas a vida não expande apenas para dentro. Ela vive para fora. Precisa fluir na direção do que faz crescer. As percepções e aprendizados precisavam sair e serem compartilhadas. E aqui estou. Posso dizer que estou me (re)encontrando, (re)conhecendo, (re)conectando. E a principal reconexão foi com minha essência feminina, que tem ganhado voz de várias formas: na minha arte com linhas e bordados, nas linhas escritas, no tarot, nas vivências e encontros que a vida traz, na grande vontade de absorver e experimentar os inúmeros conhecimentos e sabedorias que despertam meu coração. Viver e Contar é um plano simples. Uma troca. Se você chegou aqui, sinta à vontade para participar. Vou adorar te conhecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: